Acordo do Mercosul vai baratear as motos Europeias no Brasil?

Confira uma reflexão com alguns dos importadores que atuam no mercado nacional.

Acordo do Mercosul vai baratear as motos Europeias no Brasil?
Advertisement
Advertisement
Advertisement

 

Esta semana foi anunciado o início de um acordo comercial entre MERCOSUL e UNIÃO EUROPÉIA, que visa diminuir impostos e favorecer o comércio entre os países dos dois blocos. 

O Mercosul possui entre seus integrantes os mais fortes países da América do Sul, que seriam diretamente beneficiados com os excelentes produtos europeus a um custo menor. Especialmente no Brasil, itens importados, como vinhos e motos, por exemplo, recebem impostos altíssimos, que os tornam caros e raros nas prateleiras e lojas.

Mas será que este acordo irá efetivamente baixar os valores de motos como Beta, KTM, Sherco, AJP, TM e Gas Gas?

Bom, fizemos nossa parte e entramos em contato com os importadores oficiais para o Brasil. Gentilmente eles enviaram seus posicionamentos com grande velocidade, sinal que a maioria correu para verificar mais sobre o assunto. Confira suas respostas a seguir. 

BETA: "Este assunto está com os nossos advogados. Ainda não temos um parecer, se (as motos) irão se enquadrar. Vamos torcer!! Aguardaremos os próximos capítulos."

DAFRA (responsável pela venda das KTM´s no Brasil): "Trata-se de um evento complexo, cujos efeitos práticos ainda estão sendo avaliados e só terão vigência após a validação do acordo pelos diversos parlamentos nacionais."

SHERCO: "Não temos uma posição no momento. Para o acordo ter validade ele deve ser aprovado pelos parlamentos. Nem foi enviado para análise dos mesmos. Além disso, a redução somente começa após alguns anos. Ficamos ansiosos também. Mas até o momento nada mudará no curto prazo."

AJP/TM/LEM (são importadas pela mesma empresa): "Não temos qualquer informação por enquanto. Até porque os detalhes do acordo ainda não foram divulgados. Comentar qualquer detalhe nesse momento seria especulação. Vale lembrar que o acordo deve ser aprovado por TODOS os parlamentos para efetivamente começar a valer. Isso está estimado que demorará 2 anos (pra começar a valer). Começa por produtos agrícolas.... e em 15 anos (SIM - 15 anos) será efetivamente aplicado, contemplando produtos industrializados. Já estamos cientes de tudo que o acordo pretende abranger. Somos interessados em ter motos e peças de motos com menor custo, se possível para montar aqui no Brasil e atender melhor os clientes."

HUSQVARNA: "Quando se vê as notícias mais a fundo, tudo ainda precisa ser aprovado nos congressos de todos os países envolvidos e para o setor automotivo a tarifa cai de 35% para 17%, só daqui a 7 anos! Nada no momento!"

GAS GAS: estamos aguardando a resposta do importador.

o que você acha?
Gostaríamos de saber a sua opinião. Deixe seus comentários logo abaixo.