Belo Horizonte definiu os campeões nacionais de MX

Jetro Salazar, da Honda Racing, ficou com o título nas principais categorias

Belo Horizonte definiu os campeões nacionais de MX
Belo Horizonte definiu os campeões nacionais de MX
Belo Horizonte definiu os campeões nacionais de MX






A cidade de Belo Horizonte recebeu a sétima e última etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. O circuito montado ao lado do Aeroporto Internacional de BH foi o palco da decisão de alguns dos títulos nacionais, incluindo os das classe MX1 e MX Elite, as principais do certame, que ficou com o equatoriano do time Honda Racing, Jetro Salazar.

Com um desempenho irretocável, Jetro venceu as três baterias do fim de semana, MX1, MX Elite e uma outra realizada no Sábado válida pela sexta rodada da competição. Com as conquistas e a segunda colocação do seu companheiro de equipe Hector Assunção, o equatoriano conseguiu reverter a desvantagem para Carlos Campano e assegurou o título de ambas as categorias.

Foi uma missão muito difícil – e que conseguimos concluir com sucesso. Eu precisava ganhar todas as corridas decisivas para ser campeão, aos olhos de muita gente isso era algo impossível. Deu certo e sou bicampeão da MX1 e da Elite MX, não poderia estar mais feliz”, disse Jetro.

Na classe MX2, o líder e favorito Fábio Santos conquistou o tricampeonato ao fechar a bateria da categoria na terceira posição. Na classe MX3, Roosevelt Assunção ficou com o título em seu retorno ao nacional.

Resultados – 7ª etapa do Brasileiro de Motocross – Belo Horizonte (MG)


Bateria Elite MX
1 – Jetro Salazar #20 
2 – Hector Assunção #30
3 – Paulo Alberto #211
4 – Carlos Campano #1
5 – Humberto Martin #101

 

Soma MX1
1 – Jetro Salazar #20
2 – Hector Assunção #30  
3 – Paulo Alberto #211
4 – Carlos Campano #1
5 – Humberto Martin #101 


Bateria MX1
1 – Jetro Salazar #20 
2 – Hector Assunção #30
3 – Carlos Campano #1
4 – Paulo Alberto #211
5 – Pepê Bueno #97


Soma MX2
1 – Leonardo Souza #45
2 – Frederico Spagnol #61
3 – Leonardo Cassarotti #25
4 – Reginaldo “Juninho” Ribeiro #416
5 – Fábio Santos #1
7 – Lucas Dunka #34 


Bateria MX2 
1 – Fábio Santos #1
2 – Frederico Spagnol #61
3 – Leonardo Souza #45
4 – Lucas Dunka #34
5 – Reginaldo “Juninho” Ribeiro #416 

 

Classificação final


Elite MX
1 – Jetro Salazar #20 – 132 pontos 
2 – Paulo Alberto #211 – 125 pontos
3 – Carlos Campano #1 – 122 pontos
4 – Hector Assunção #30 – 108 pontos
5 – Fábio Santos #01 – 76 pontos


MX1
1 – Jetro Salazar #20 – 263 pontos 
2 – Carlos Campano #1 – 255 pontos
3 – Paulo Alberto #211 – 252 pontos
4 – Hector Assunção #30 – 231 pontos
5 – Jean Ramos #10 – 150 pontos


MX2 
1 – Fábio Santos #1 – 272 pontos
2 – Frederico Spagnol #61 – 259 pontos
3 – Leonardo Souza #45 – 238 pontos
4 – Reginaldo “Juninho” Ribeiro #416 – 183 pontos
5 – Lucas Dunka #34 – 159 pontos
9 – Matheus Klysman #43 – 124 pontos