Recuperação Pós-Lesão: o que fazer?

O processo de reabilitação às vezes é longo

Recuperação Pós-Lesão: o que fazer?
Recuperação Pós-Lesão: o que fazer?

Recuperar-se de uma lesão vai muito além de "apenas” consolidar uma fratura ou contusão. O processo de reabilitação às vezes é longo, mas extremamente importante para que não fiquem sequelas que o incomodarão para o resto da vida.

O motociclismo esportivo, seja ele on ou off road, é uma atividade de risco. Mesmo quem pratica o esporte somente aos finais de semana não está livre de sofrer uma lesão. Geralmente elas acontecem quando menos esperamos.

Raro é aquele motociclista que nunca deparou-se com uma contusão ou mesmo precisou ficar imobilizado por algum tempo em razão de um rompimento de ligamentos, uma luxação ou fratura. É preciso estar consciente que o processo de recuperação pode ser mais longo do que gostaríamos.

Traumas

No aspecto psicológico, não restam dúvidas de que todo acidente deixa um resíduo traumático que refletirá de maneira mais ou menos intensa na vida de cada um de nós. Dependendo da gravidade e da própria personalidade do piloto, a resposta pode ser negativa, ou mesmo pode influenciá-lo a melhorar.

Travis Pastrana é um cara que parece imune aos reflexos dos acidentes que sofre. Por mais sérios que sejam, assim que recebe alta para voltar a andar de moto, faz coisas que desacreditamos. Tudo como se o tombo anterior não lhe produzisse nenhum medo de tentar a manobra novamente.

Já em outras pessoas, acontecimentos traumáticos podem deixar uma marca difícil de apagar da memória. Isso acontece em todos os esportes radicais. 

Essa matéria você a encontra por completo em nosso APP, na edição de maio off road. Ainda não tem o APP? Baixe grátis, clique aqui.