Old Times

Tempos difíceis

Old Times






Por: Kenneth Olausson / Fotos: Divulgação

Após a temporada de 1960, as coisas pareciam sombrias para a divisão de motocicletas da marca sueca Husqvarna. A empresa havia vencido o campeonato mundial de 500cc, mas nas 250cc a situação era diferente. 

A fabricante não havia realizado qualquer pesquisa e desenvolvimento para suas motos menores e nenhum patrocínio de fábrica estava disponível para os entusiastas pilotos de 250cc que desejassem conquistar o mundo. Eles tinham que se virar sozinhos. Confira a seguir a história de Torsten Hallman, que mesmo sem apoio oficial, levou a Husqvarna ao topo do podium em diversas corridas naquele ano. 


Nas estatísticas verificava-se que a fábrica produzira apenas 423 unidades no ano de 1961. As motos urbanas Silverpilen pararam de vender e a venda de ciclomotores mostrava uma queda profunda. A previsão do futuro era pessimista e o conselho da empresa cogitou desistir totalmente da divisão de duas rodas. Uma decisão de última hora deu outra chance, em parte devido à história de sucesso das motos off-road em 1903.


Assim, antes do início da temporada de 1961, a Husqvarna anunciou que continuaria a apoiar dois pilotos na classe de 500cc, mas não previu nada aos pilotos nas 250cc. Isso significa que o então campeão Bill Nilsson receberia 10.000 coroas suecas (aproximadamente 2.000 dólares à época) e Rolf Tibblin 4.000 coroas. Ambos também se beneficiariam de prêmios pagos pela fábrica, que chegavam a alguns milhares de coroas cada, desde que a dupla apresentasse resultados.

CONTINUE ESSA LEITURA, CLIQUE AQUI

ACESSE GRATUITAMENTE A REVISTA OFF ROAD, MÊS DE OUTUBRO, #172