Lucas Dunka amplia liderança no BRMX

Roosevelt Assunção, piloto satélite da Circuit Honda, fatura bicampeonato da MX3

Lucas Dunka amplia liderança no BRMX
Fotos: Doni Castilho / Mundo Press






Lucas Dunka venceu a penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross na classe MX2, realizada neste sábado (28/11), em Apiaí (SP). Com o resultado, o piloto da equipe Honda Racing aumentou a vantagem na liderança em busca do título da categoria. Na MX1 e Elite MX, Anthony Rodriguez ocupa o terceiro lugar nas tabelas de classificação. O dia também foi marcado pela conquista do bicampeonato da MX3 de Roosevelt Assunção, piloto satélite da equipe Circuit Honda.

Com dois segundos lugares nas corridas válidas pela MX2, Lucas Dunka assegurou pontos importantes para a grande final. “A última bateria foi muito legal, disputei bastante com o Fred (Spagnol). Trocamos de posição umas cinco ou seis vezes e foi bem divertido, uma corrida limpa, que é o que a gente gosta. Agora são 174 pontos, 17 à frente do segundo colocado. Amanhã vou manter a cabeça focada na conquista desse título”, destaca o catarinense, que acelerou a moto CRF 250R.

Na mesma categoria, Leonardo Souza largou na frente na primeira bateria, mas fechou a prova na terceira posição – mesma colocação da última corrida. No campeonato, ele segue em quarto lugar, com 137 pontos. “Fiz boas largadas, imprimi um bom ritmo e velocidade em ambas as provas. Vamos continuar trabalhando pela equipe na decisão deste domingo”, ressalta Souza.

Anthony Rodriguez fechou em segundo a corrida da MX1. Na bateria da Elite MX, o venezuelano caiu na primeira curva e fez uma impressionante prova de recuperação até finalizar em quinto lugar. “Fiz tudo o que eu pude até a última volta. Infelizmente não foi suficiente para vencer. Agora é descansar e fazer o melhor para amanhã. Não importa qual a situação, eu vou sempre querer ganhar a bateria e fazer o máximo pelo meu time”, diz Rodriguez. Ele utilizou a moto CRF 450R e, no campeonato, é o terceiro colocado nas duas categorias.

Quem fez o holeshot (primeiro a chegar na primeira curva) na corrida da Elite MX foi Jetro Salazar, que obteve um dos melhores desempenhos da temporada, com a terceira colocação na bateria da categoria. “Foi um ótimo começo, consegui andar bastante tempo à frente, desde que voltei da lesão no tornozelo. Sei que preciso um pouco mais de ritmo e vou tentar fazer duas provas melhores amanhã”, explica o bicampeão brasileiro da MX1 e Elite MX. Sazalar fechou a soma dos resultados da MX1 em quinto lugar. Hector Assunção finalizou em sexto a prova da MX1 e não completou a bateria da Elite MX.

Título da classe MX3 – O grande destaque da equipe satélite Circuit Honda neste sábado foi Roosevelt Assunção, que faturou o segundo título consecutivo da categoria MX3. “A corrida foi muito legal e consegui fazer uma boa largada. Já vinha de um título no ano passado e este ano mudei de equipe, voltei para a Honda, onde eu corri por dez anos e tive cinco títulos. Com mais esse agora, são seis pela marca. Estou muito feliz com a conquista e quero parabenizar todos da equipe e agradecer o apoio nos treinos e corridas”, conta Assunção.

Humberto Martin, o Machito, terminou o dia em sétimo na soma da MX1. No campeonato ele ocupa a quinta colocação. Pela MX2, Leonardo Cassarotti e Reginaldo Ribeiro, o Juninho, finalizaram a penúltima etapa na quinta e décima posições, respectivamente.

 

Campeonato Brasileiro de Motocross 2020 – penúltima etapa
Local: Motódromo da Fepasa – Apiaí (SP)

Resultados e classificações do campeonato após a penúltima etapa

MX2
1 – #34 – LUCAS DUNKA – 174 pontos
2 – #97 – PEPÊ BUENO – 157 pontos
3 – #61 – FREDERICO SPAGNOL – 142 pontos
4 – #45 – LEONARDO SOUZA – 137 pontos
5 – #10 – GABRIEL ANDRIGO – 126 pontos
7 – #416 – REGINALDO RIBEIRO – 100 pontos
9 – #25 – LEONARDO CASSAROTTI – 91 pontos

MX1
1 – #211 – PAULO ALBERTO – 180 pontos
2 – #115 – CARLOS CAMPANO – 169 pontos
3 – #127 – ANTHONY RODRIGUEZ – 152 pontos
4 – #891 – GUSTAVO PESSOA – 132 pontos
5 – #101 – HUMBERTO MARTIN – 117 pontos
6 – #1 – JETRO SALAZAR – 107 pontos
15 – #30 – HECTOR ASSUNÇÃO – 31 pontos

Elite MX
1 – #211 – PAULO ALBERTO – 95 pontos
2 – #115 – CARLOS CAMPANO – 86 pontos
3 – #127 – ANTHONY RODRIGUEZ – 83 pontos
4 – #1 – JETRO SALAZAR – 61 pontos
5 –#891 – GUSTAVO PESSOA – 60 pontos
6 – #101 – HUMBERTO MARTIN – 57 pontos

MX3
1 – #1 – ROOSEVELT ASSUNÇÃO – 90 pontos
2 – #700 – RODRIGO TABORDA – 80 pontos
3 – #717 – MARKOLF BERCHTOLD – 74 pontos
4 – #11 – MARCUS VINICIUS RIBEIRO – 62 pontos
5 – #516 – MARCELO DESSUNTI – 61 pontos

 

Resultados da penúltima etapa

Soma dos resultados – MX1
1 – #211 – PAULO ALBERTO – 50 pontos
2 – #4 – FABIO SANTOS – 38 pontos
3 – #127 – ANTHONY RODRIGUEZ – 38 pontos
4 – #115 – CARLOS CAMPANO – 36 pontos
5 – #1 – JETRO SALAZAR – 36 pontos
7 – #101 – HUMBERTO MARTIN – 28 pontos
10 – #30 – HECTOR ASSUNÇÃO – 15 pontos

Soma dos resultados – MX2
1 – #34 – LUCAS DUNKA – 44 pontos
2 – #97 – PEPÊ BUENO – 43 pontos
3 – #45 – LEONARDO SOUZA – 40 pontos
4 – #61 – FREDERICO SPAGNOL – 34 pontos
5 – #25 – LEONARDO CASSAROTTI – 32 pontos
10 – #416 – REGINALDO RIBEIRO – 23 pontos

Resultado – Corrida Elite MX
1 – #211 – PAULO ALBERTO
2 – #115 – CARLOS CAMPANO
3 – #1 – JETRO SALAZAR 
4 – #4 – FÁBIO SANTOS
5 – #127 – ANTHONY RODRIGUEZ 
6 – #101 – HUMBERTO MARTIN 
9 – #34 – LUCAS DUNKA 
10 – #45 – LEONARDO SOUZA 

Resultado – Corrida MX1
1 – #211 – PAULO ALBERTO
2 – #127 – ANTHONY RODRIGUEZ 
3 – #4 – FÁBIO SANTOS
4 – #891 – GUSTAVO PESSOA
5 – #1 – JETRO SALAZAR 
6 – #30 – HECTOR ASSUNÇÃO 
8 – #101 – HUMBERTO MARTIN 

Resultado – Corrida MX2
1 –#97 – PEPÊ BUENO
2 – #34 – LUCAS DUNKA 
3 – #45 – LEONARDO SOUZA 
4 – #416 – REGINALDO RIBEIRO 
5 – #25 – LEONARDO CASSAROTTI 

Resultado – Corrida MX3
1 – #1 – ROOSEVELT ASSUNÇÃO  
2 – #700 – RODRIGO TABORDA
3 – #11 – MARCUS VINICIUS RIBEIRO
4 – #516 – MARCELO DESSUNTI
5 – #717 – MARKLOF BERCHTOLD

 

Programação – Domingo – 29/11

Treinos Livres / Classificatórios
7h20 às 7h40 – MX2JR
7h45 às 8h – MXF
8h05 às 8h20 – 50cc
8h25 às 8h40 – MXJR
8h45 às 9h – 65cc
9h05 às 9h20 – Nacional Pró

Provas Oficiais
09h40 – MX2JR – 20 min + 2 voltas
10h20 – MXF – 15 min + 2 voltas
11h – Pódio das classes MX2JR e MXF
11h50 – MX2 – 30 min + 2 voltas
12h50 – MX1 – 30 min + 2 voltas 
13h40 – 50cc – 15 min + 2 voltas 
14h20 – MXJR – 20 min + 2 voltas
15h – 65cc – 15 min + 2 voltas 
15h40 – Nacional Pró – 15 min  + 2 voltas
16h10 – Pódio das classes 50cc, MXJR, 65cc e Nacional Pró
16h30 – Elite MX (MX1 e MX2) – 30 min + 2 voltas
17h10 – Pódio das classes Elite MX, MX1 e MX2

*A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

 

Crédito: Ângela Monteiro / Mundo Press