Lucas Dunka bicampeão no Arena

Anthony Rodriguez estreia na categoria Pro com o vice-campeonato na temporada 2020

Lucas Dunka bicampeão no Arena
Fotos: Idário Café / Mundo Press






O catarinense Lucas Dunka conquistou, na noite deste sábado (5/12), o bicampeonato da categoria AX2 no Arena Cross. Com três vitórias na rodada dupla em Caraguatatuba (SP), duas delas confirmadas na primeira etapa, nesta sexta-feira (4/12), o piloto da equipe Honda Racing fechou a competição com 100% de rendimento. O título completa a galeria do jovem talento na temporada 2020, já que ele alcançou a taça inédita do Campeonato Brasileiro de Motocross na categoria MX2, no domingo passado (29/11) – também com a motocicleta Honda CRF 250R.

Debaixo de chuva, a última corrida do Arena Cross na classe AX2 exigiu muita habilidade dos pilotos. Lucas Dunka, apesar das condições adversas e de ter vantagem na classificação, ditou o ritmo da prova desde o começo. Após largar na segunda posição, ele pressionou o piloto Gustavo Pessoa e conseguiu a ultrapassagem logo aos dois minutos de prova, assumindo a dianteira. O piloto mostrou estar à vontade na lama, aumentando a vantagem a cada volta, e não teve dificuldades para levar a bandeira quadriculada.

“Eu sabia que seriam dois dias duros e decisivos no Arena Cross 2020, por isso a minha estratégia foi buscar as duas vitórias na primeira etapa para ter mais vantagem na bateria final. Vim para a corrida sem pressão e consegui o que queria, o título com mais uma vitória, e ainda pude me divertir na pista”, conta Dunka, agradecendo o suporte da equipe Honda Racing na temporada. O companheiro de time Leonardo Souza encerrou a competição em terceiro lugar da AX2.

Na classe Pro, com a moto CRF 450R, o venezuelano Anthony Rodriguez estreou no Arena Cross com desempenho consistente. O piloto confirmou o vice-campeonato da categoria. “Foi difícil, queria ter conseguido a vitória, mas fiz tudo o que pude na pista”, avalia. A equipe também acelerou com o paulista Hector Assunção, terceiro colocado da Pro, e o equatoriano Jetro Salazar, que fechou o Arena Cross em sétimo lugar.  

Circuit Honda – O destaque da equipe satélite Circuit Honda na classe Pro do Arena Cross 2020 foi o piloto venezuelano Humberto Martin, o Machito, na quarta colocação. Na AX2, Reginaldo Ribeiro, o Juninho, também foi o quarto colocado, enquanto Leonardo Cassarotti conclui sua participação em oitavo lugar.

 

Arena Cross 2020

Local: Estacionamento do Serramar Shopping - Caraguatatuba (SP)

Resultados – Etapa Final

Classificação final – Categoria AX2
1 – #1 – Lucas Dunka – 60 pontos 
2 – #891 – Gustavo Pessoa – 45 pontos
3 – #45 – Leonardo Souza – 45 pontos 
4 – #416 – Reginaldo Ribeiro “Juninho” – 34 pontos 
5 – #491 – Gabriel Gutierres – 30 pontos
8 – #25 – Leonardo Cassarotti – 26 pontos 

Corrida Categoria AX2
1 – #1 – Lucas Dunka 
2 – #891 – Gustavo Pessoa
3 – #45 – Leonardo Souza 
4 – #25 – Leonardo Cassarotti 
5 – #555 – Renan Goto
6 – #416 – Reginaldo Ribeiro “Juninho” 

Classificação final – Categoria Pro
1 – #211 – Paulo Alberto – 69 pontos
2 – #127 – Anthony Rodriguez –67 pontos 
3 – #1 – Hector Assunção – 62 pontos 
4 – #101 – Humberto Martin “Machito” – 54 pontos 
5 – #97 – Pepê Bueno – 47 pontos
7 – #20 – Jetro Salazar – 34 pontos 
12 – #100 – Roosevelt Assunção – 17 pontos 

Categoria Pro – 1ª corrida
1 – #211 – Paulo Alberto
2 – #1 – Hector Assunção 
3 – #127 – Anthony Rodriguez 
4 – #20 – Jetro Salazar 
5 – #97 – Pepê Bueno
7 – #101 – Humberto Martin “Machito”

Categoria Pro – 2ª corrida
1 – #211 – Paulo Alberto
2 – #127 – Anthony Rodriguez 
3 – #97 – Pepê Bueno
4 – #101 – Humberto Martin “Machito”
5 – #1 – Hector Assunção 
  

Crédito: Ângela Monteiro / Mundo Press