Rally Jalapão, como foi primeira etapa

Gregório Caselani foi o melhor colocado na abertura da competição.

Rally Jalapão, como foi primeira etapa
Fotos Doni Castilho






O gaúcho Gregório Caselani abriu a disputa do Rally Jalapão na dianteira da categoria para motocicletas, nesta quinta-feira (27/8).

O primeiro dia da prova, válida como etapa inicial do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country 2020, teve dobradinha da equipe Honda Racing, com o mineiro Tunico Maciel em segundo lugar da tabela. Também de acordo com os resultados extraoficiais, o paulista Jean Azevedo foi o quinto colocado. A competição vai até sábado (29/8), na região oeste da Bahia.

Com mais de 400 quilômetros, a primeira etapa incluiu cerca de 300 km de especiais (trechos cronometrados). Tunico Maciel, atual campeão brasileiro e do Rally Jalapão, começou o dia na liderança, acompanhado de perto por Gregório Caselani. O gaúcho virou o jogo no trecho final e conseguiu chegar na primeira posição com apenas 31 segundos de vantagem sobre Maciel. 

O dia foi de muito foco e determinação”, conta Caselani. “A etapa surpreendeu, foi melhor do que eu esperava, com muita areia e terra batida. São nove meses desde a nossa última competição oficial. Estava com muita vontade de acelerar e o resultado veio na conquista dessa etapa”, acrescenta o piloto, também líder da classe Super Production. 

Tunico Maciel explicou que a especial incluiu duas voltas em um mesmo circuito. “Gostei bastante, foi muito diversificado. Teve areia, chão duro, pedra, cascalho, subidas e descidas de serra e retas muito rápidas. A minha CRF 450RX está muito bem acertada, estou feliz e confiante de que amanhã conseguirei manter o foco e buscar um bom resultado”, relata o piloto.  

Bissinho Zavatti, além do 11º lugar no ranking geral, lidera a categoria Rally Brasil. Curiosidade: os 5 primeiros colocados utilizam o mesmo modelo CRF 250F. “Foi uma especial muito boa, consegui completar sem nenhum erro. Deu tudo certo e estou voltando para o meu ritmo de prova”, analisa Zavatti. 

Nesta sexta-feira (28/8), os competidores encaram mais 424 km, 255 deles de especiais. Por conta dos protocolos de segurança e saúde em função da pandemia de coronavírus, o parque de apoio do evento é isolado, sem a presença de público, e o roteiro tem como palco propriedades privadas da zona oeste da Bahia. O percurso total da prova inclui cerca de mil quilômetros, sendo aproximadamente 700 de especiais.

6º Rally Jalapão – 1ª etapa

Resultados extraoficiais

Classificação Geral Motos 
1 - #2 - GREGÓRIO CASELANI - 3:16:50 - HONDA CRF 450RX
2 - #1 - TUNICO MACIEL - 3:17:21 - HONDA CRF 450RX
3 - #12 - ADRIEN METGE - 3:19:55
4 - #3 - RICARDO MARTINS - 3:22:14
5 - #4 - JEAN AZEVEDO - 3:24:32 - HONDA CRF 450RX

Categoria Super Production 
1 - #2 - GREGÓRIO CASELANI - 3:16:50 - HONDA CRF 450RX
2 - #1 - TUNICO MACIEL - 3:17:21 - HONDA CRF 450RX
3 - #12 - ADRIEN METGE - 3:19:55
4 - #3 - RICARDO MARTINS - 3:22:14
5 - #4 - JEAN AZEVEDO - 3:24:32 - HONDA CRF 450RX

Categoria Rally Brasil
1 - #11 - BISSINHO ZAVATTI - 3:45:45 - HONDA CRF 250F

2 - #41 - LEONARDO MARTINS - 4:10:44 - HONDA CRF 250F
3 - #22 - ANDRE BEZERRA - 4:13:06 – HONDA XRE 300
4 - #26 - YPIRANGA CORTEZ JR - 4:13:39 - HONDA CRF 250F
5 - #39 - JOAO PEDRO AZEVEDO - 4:47:09 - HONDA CRF 250F
 
Programação*
 
Sexta-feira (28/8) – 2º dia

6h - Largada 1ª moto no parque de apoio
20h – Briefing
 
Deslocamento inicial – 87 km
Trecho especial (cronometrado) – 255 km
Deslocamento final - 82 km
Total do dia - 424 km
 
Sábado (29/8) – 3º dia
6h - Largada 1ª moto no parque de apoio
17h - Premiação 
 
Deslocamento inicial - 82 km
Trecho especial (cronometrado) - 163 km
Deslocamento final - 88 km
Total do dia – 333 km
 
Total do percurso - 1.231 km
Total dos trechos cronometrados - 718 km

 
* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações