Novo Yamaha NMAX 160 ABS

A Yamaha acaba de apresentar o novo scooter, com destaque para o motor repleto de melhorias técnicas. 

Novo Yamaha NMAX 160 ABS

O monocilíndrico conta com quatro válvulas e refrigeração líquida, gerando potência máxima de 15,1cv a 8.000 rpm e torque máximo de 1,47 kgf a 6.000 rpm.  

O radiador foi posicionado na lateral direita do propulsor, visando obter um melhor controle da temperatura da câmara de combustão (temperatura média de 800°) e assim tornar mais eficiente a queima da mistura ar/combustível.

Outra inovação é o sistema VVA (Variable Valve Actuation) de controle de abertura variável de válvulas – aliás, o primeiro deste tipo a ser utilizado em um scooter. Com esse sistema é possível ter um ótimo torque em baixa e respostas contundentes em alta rotação, comandando o momento de abertura e fechamento das válvulas conforme a rotação do motor e a carga, através de uma unidade eletrônica. Na prática o VVA faz com que o NMAX 160 ABS seja ágil nas arrancadas e retomadas no deslocamento urbano. 

A Scooter compartilha tecnologia empregada também nos modelos da família MT e na YZF-R3: o cilindro deslocado que minimiza as perdas por atrito entre o pistão e a parede do cilindro. E também a tecnologia DiASil no cilindro, composição de material criada pela Yamaha. Ele é leve e com ótima dissipação térmica e resistência mecânica, o que reduz o desgaste do cilindro e aumenta a vida útil do motor.

**DiAsil (Die cast Aluminum silicon)= Fundição do alumínio com silício, reduzindo o atrito causado entre o pistão e o cilindro.

Design

O Scooter tem linhas arrojadas, transmitindo a sensação de ser fácil de manobrar, funcional e prático para o dia-a-dia. O formato aerodinâmico da carenagem lateral, com o design "Boomerang” do NMAX 160 ABS, são outras características marcantes presentes na família MAX.

 

Chassi

Ele é tubular, com avanços tecnológicos como a aplicação de tubos leves e mais resistentes, que contribuem na distribuição das forças físicas equilibrando a rigidez de todo o chassi. Seu formato em delta determina a sensação de controle e direção sentidas pelo piloto. O acoplamento do motor ao chassi é feito por um suporte “link” fixado por coxins de borracha, eliminando as vibrações que são sentidas nas acelerações, o que na prática resulta em maior conforto e segurança. O equilíbrio encontrado na rigidez do chassi resulta na entrega de estabilidade, permitindo com que o piloto faça mudanças rápidas de direção no tráfego, sentindo não só a sensação de agilidade, como também de segurança.

Freios

O NMAX foi o primeiro scooter de seu segmento com sistema de freio ABS nas duas rodas como item de série. Os discos de freio dianteiro e traseiro possuem 230 milímetros de diâmetro, o que proporciona potência e progressividade na frenagem.

 

Suspensões

Os amortecedores traseiros Double Shock (curso de 90mm na roda) e o garfo dianteiro, com curso de 100mm, contam com uma calibragem mais macia, privilegiando o conforto. As rodas são forjadas em liga de alumínio, com 13 polegadas diâmetro e calçadas com pneus largos, sem câmara (110/70 na dianteira e 130/70 na traseira).

Conforto

O desenho oferece amplo espaço para os pés e para esticar as pernas. Esse layout espaçoso permite que o piloto adote diferente posições de pilotagem, podendo optar entre um posicionamento mais confortável ou esportiva. Para o garupa, o assento duplo traseiro é ligeiramente mais elevado em relação ao piloto, proporcionando além de melhor acomodação para as pernas, uma maior visibilidade.

 

Porta-capacete

Sob o assento fica um grande compartimento de armazenamento, com capacidade de 25 litros, capaz de abrigar um capacete integral e outros pequenos pertences, como uma capa de chuva.

 

Painel de instrumentos

Em LCD totalmente digital, de fácil leitura, com retro iluminação em LED que permite que a assimilação das informações mostradas seja mais fácil de serem lidas também durante a noite. O acabamento especial da lente – que elimina reflexos – melhora a visibilidade. São dois hodômetros parciais, relógio, computador de bordo e indicadores de pilotagem econômica ECO, de consumo instantâneo e de nível de combustível no tanque. Informa o momento de troca do óleo lubrificante e da troca da correia do sistema CVT (Continuosly Variable Transmission).

Tanque

Localizado no túnel central, tem tampa de fácil abertura, com capacidade de 6,6 litros de gasolina com reserva de 1,4 litros. Seu posicionamento contribui para que a centralização de massas fique concentrada na parte de baixo.

 

Garantia

Contar com a Revisão Preço Fixo Yamaha, permitindo controle, economia, transparência e valorização do modelo. Possui garantia de 4 anos de fábrica.