O surgimento de uma lenda

A Yamaha XT 500 apresentou ao mundo o uso misto, atendendo aos mais diversos tipos de usuário.

O surgimento de uma lenda
Cartaz de lançamento na época (1979) da XT 500 Yamaha






A Yamaha XT500 é uma motocicleta de aventura enduro e monocilíndrica de duas válvulas, fabricada pela Yamaha entre 1975 e 1989. A moto se tornou um sucesso instantâneo e foi produzida até 1981, quando foi substituída por motores de quatro válvulas.

A empresa preparou o mercado para o lançamento dos modelos XT, variando de 125 cc (XT125) aos atuais 660 cc (Yamaha XT660Z Ténéré). Somente na França, foram vendidas 62.000 pcs da XT 500 durante o período de 1976 a 1990. 

FICHA TÉCNICA
Produção 1976-1989
Montagem Iwata, Shizuoka, Japão
Predecessor: Nenhum
Sucessor: XT550 / XT600 / XT660
Classe Esporte: Enduro (TT500)
Motor: 499 cc (30,5 cu in) SOHC a 4 tempos
Diâmetro / curso: 87 mm × 84 mm (3,4 pol × 3,3 pol)
Taxa de compressão: 9.0: 1
Caixa de velocidades manual de 5 velocidades
Tipo de quadro Berço: half-duplex
Freios: SLS tambor dianteiro e traseiro
Pneu dianteiro: 3.00-21 (4PR)
Pneu traseiro: 4.00-18 (4PR)
Distância entre eixos: 1.420 mm (56 pol.)
Dimensões: L: 2.170 mm (85 pol.)
W: 875 mm (34,4 pol.)
H: 1.140 mm (45 pol.)
Altura do assento: 830 mm (33 pol.)
Capacidade de combustível: 8,8 litros

O sistema de partida era a pedal e o chassi era estilo diamante, com motor fazendo parte da estrutura, reduzindo ainda mais o peso da XT 500, sendo 155kg.

Este modelo que teve a roda dianteira em 21 polegadas e a traseira com 18 polegadas, trouxeram um estilo enduro que a tornou adequada para uso misto tanto em estradas quanto fora de estrada. A altura do assento e a distância ao solo são adequadas [citação necessária] e a máquina possui as características típicas de manuseio de dupla finalidade, o que a torna adequada para uma ampla gama de tarefas, desde atravessar estradas irregulares da cidade até pistas ou caminhos rurais.

A XT 500 foi bastante utilizada pelo piloto Francês "Grand Serge" Bacou que correu em todos os tipos de terrenos, como; motocross, enduro, supermoto e principalmente o rally-raid. Assim, ele conquistou 7 títulos de campeão francês de motocross, uma vitória durante o Touquet enduro, um 2º lugar no Rally Dakar, durante sua 1ª participação, o que o fará dizer: "meu maior infortúnio foi terminar em segundo lugar na minha primeira participação do meu 1º Dakar, o que me forçou, portanto, a atingir apenas a vitória ... ". Sem conseguir vencer o famoso rali, ele ganhou inúmeras vitórias no palco entre 1981 e 1989. Em suas conquistas, também obteve vitórias na categoria Supermotard, um circuito de mistura de disciplinas no asfalto e na terra. Ele passou a maior parte de sua carreira na estrutura do importador Sonauto Yamaha-France

Por fim, a linha XT estreou em 1976 com o XT500 a quatro tempos. Mais tarde, outros modelos seguiram, passando do XT125 para o mais recente XT660. As faixas XT e TT representam a consistência típica do desenvolvimento do modelo Yamaha, com aprimoramentos do modelo por um longo período de tempo.

Depois de 1982, os sucessivos XT600s de quatro válvulas foram vendidos em alguns mercados na forma de 500 cc até 1989, mas esse não era o XT500 clássico de válvula dupla original. 

Depois da geração das DT's este modelo foi a primeira monocilindrica da marca e ficou conhecido como a “mãe” das bigtrails que serviu de base para outros modelos do mesmo segmento! Por isso a sigla XT continua sendo bastante respeitada até os dias de hoje.

Lançamento da versão XT 600 Ténéré em 1984, sucessora da XT 500 para o mundo.