Rally Dakar 2021 - Etapa 3

Os competidores percorreram um total de 629 km, sendo 403 km cronometrados com dunas, vales, pedras e muita areia, um percurso em laço em torno de Wadi Ad Dawasir.

Rally Dakar 2021 - Etapa 3
Rally Dakar 2021






MOTOS
A briga de gato e rato continua se repetindo nas motos. Os competidores que largam na frente enfrentam a dificuldade de abrir a pista e normalmente acabam cedendo algum tempo para que já encontra alguns traços. O vento forte desta terça-feira até tentou mudar esta “rotina”, mas sem grande efetividade.
Sendo o 29º piloto a largar, o australiano Toby Price – KTM tratou de recuperar o terreno perdido na etapa anterior, onde além das dificuldades de navegação, também teve problemas com o combustível de um tanque traseiro. O vencedor das edições de 2016 e 2019 foi o mais rápido na especial, sua segunda vitória em 2021. Ele disputou a primeira colocação do dia com o argentino Kevin Benavides – Honda, que foi o 24º a largar, sendo o segundo mais rápido na etapa (+ 00h 01’ 16”). A terceira colocação da etapa ficou com o austríaco Mattias Walkner – KTM, vencedor da edição de 2018, mas que na etapa anterior amargou um prejuízo de duas horas e 30 minutos tentando resolver um problema em sua moto.
Já os ponteiros da etapa anterior sofreram com a navegação. O espanhol Joan Barreda – Honda, vencedor da 2ª etapa, concluiu o terceiro dia apenas na 30ª colocação (+ 00h 24’ 29”). Seu companheiro de equipe e defensor do título de 2020, o americano Ricky Brabec, segundo a largar foi o 25º colocado na especial (+00h 21’ 39”), e o chileno Pablo Quintanilla – Husqvarna fez o 23º melhor tempo (+ 00h 19’ 15”).
Destaque para o americano Skyler Howes, piloto privado com uma KTM. Com as boas colocações nas etapas anteriores (8º e 11º) somadas ao 4º melhor tempo nesta 3ª etapa, Howes é o novo líder do Dakar 2021 após três etapas. Kevin Benavides fez uma ótima recuperação e voltou a vice-liderança do Dakar (+ 00h 00’ 33”). O francês Xavier de Soultrait parece estar se adaptando bem a Husqvarna. Também com boa regularidade de resultados, 6º nesta etapa, assumiu a terceira colocação (+ 00h 01’ 28”), seguido pelas KTMs de Toby Price (+ 00h 01’ 52”) e Sam Sunderland (+ 00h 05’ 27”).
Com o resultado do dia, Barreda caiu da liderança para a 8ª colocação (+ 00h 09’ 02”) e Brabec é o 13º colocado (+ 00h 12’ 15”). Fica a expectativa pelo resultado da etapa seguinte. Será que a rotina de inversão de posições vai se manter ou será que Price e Benavides vão tirar um coelho da cartola?
Destaque para o desempenho do estreante Rui Gonçalves – Sherco. O piloto português foi o 9º mais rápido na especial (+ 00h 12’ 19”) e subiu na classificação acumulada da 25ª para a 22ª colocação (+ 00h 36’ 41”).
O português Joaquim Rodrigues – Hero continua realizando uma ótima prova. Andou o dia praticamente sozinho e foi o 18º colocado na etapa (+ 00h 16’ 28”). Na acumulada ocupa a 18ª colocação (+ 00h 21’ 02”).
Sebastian Bühler – Hero manteve sua consistência. Ficou com a 21ª colocação na etapa (+ 00h 18’ 03”), subindo da 29ª para a 24ª colocação (+ 00h 36’ 00”).
Alexandre Azinhais – KTM terminou a etapa na 67ª posição (+ 01h 41’ 54”). Na acumulada é o 66º colocado (+ 05h 31’ 55”).
UTV
A categoria SSV continua muito disputada, mas a dupla vencedora de 2019, dos chilenos Francisco Chaleco Lopez e Juan Pablo Vinagre – Can-Am se mostra cada vez mais forte candidata a mais um título. Mesmo com um pneu furado, conquistaram a vitória da categoria nesta 3ª etapa e segura a liderança da prova.
A 2ª colocação do dia foi para a dupla formada pelo americano a dupla Austin Jones e o brasileiro Gustavo Gugelmin (+ 00h 00’ 23”). A dupla liderou grande parte da etapa. Com apenas um segundo de diferença, o 3º melhor tempo da etapa foi conquistado pelos poloneses Michal Goczal / Szymon Gospodarczyk – Can-Am (+ 00h 00’ 24”).
Após três etapas Francisco Chaleco Lopez e Juan Pablo Vinagre continuam como líderes da categoria. Apesar da 8ª colocação na etapa, a dupla dos poloneses Aron Domzala / Maciej Marton continua na vice-liderança (+ 00h 06’ 08”), seguida de Austin Jones e o brasileiro Gustavo Gugelmin que assumiram o terceiro degrau do pódio com o resultado da etapa (+ 00h 07’ 13”).
A dupla dos brasileiros Reinaldo Varela / Maykel Justo fez o 15º tempo na etapa (+ 00h 22’ 55”). Com este resultado caiu da 4ª para a 7ª colocação na acumulada (+ 00h 27’ 04”).
A dupla dos portugueses Lourenço Rosa / Joaquim Dias – Can-Am novamente fez uma ótima etapa, 11ª colocação (+ 00h 10’ 21”) e na acumulada subiu da 12ª para a 11ª colocação (+ 01h 20’ 52”).
Nos protótipos T3 nova vitória da dupla do americano Seth Quintero e o alemão Dennis Zenz – OT3, seguido de seus companheiros de equipe, a dupla do americano Mitchell Guthrie e o norueguês Ola Floene (+ 00h 06’ 47”) e a dupla da espanhola Cristina Gutierrez Herrero ao lado do francês François Cazalet (+ 00h 09’ 20”).
Após três etapas a liderança continua nas mãos de Cristina Gutierrez Herrero / François Cazalet seguidos por Seth Quintero / Dennis Zenz (+ 00h 08’13”), cada dia mais próximo. A terceira colocação passa para a dupla dos franceses Jean-Luc Pisson / Valentin Sarreaud – Zephyr (+ 00h 51’ 53”).
A dupla dos portugueses Rui Carneiro e Felipe Serra - Can-Am terminou a etapa na 9ª colocação (+ 00h 22’ 19”). Na acumulada subiram para a 15ª posição (+ 06h 20’ 45”).

QUADRICICLOS
A disputa nos quadriciclos está muito animada. Pelo terceiro dia seguinte, um vencedor diferente de etapa, desta vez o argentino Nicolas Cavigliasso – Yamaha. Após a vitória em 2019, o piloto não participou da prova de 2020, mas parece estar disposto a recuperar sua coroa. Mesmo com um problema na ponteira de escapamento, foi o mais rápido, seguido o chileno Giovanni Enrico – Yamaha (+ 00h 01’ 00”), que tinha obtido o mesmo resultado na etapa anterior.
Outro piloto argentino, Manuel Anduar foi o quarto colocado (+ 00h 04’ 08”), seguido do francês Alexandre Giroud – Yamaha (+ 00h 06’ 15”), que com este resultado deixa a liderança da categoria escapar para as mãos de Giovanni Enrico. Alexandre Giroud passa para a vice-liderança (+ 00h 04’ 06”) e vai sofrer o assédio de Nicolas Cavigliasso que subiu para a 3ª posição (+ 00h 06’ 41”). O americano Pablo Copetti – Yamaha vem na quarta colocação (00h 07’ 50”).
Por Klever Kolberg
Foto Divulgação: Florent Gooden / Julien Delfosse / Antonin Vincent / DPPI
Angelo Savastano - Savastano Photo Sport