Brasileiros e portugueses superam etapa mais difícil

Nona etapa do Dakar foi considerada a mais desafiadora da edição 2021

Brasileiros e portugueses superam etapa mais difícil
Foto: Dakar Rally 2021






Belas paisagens, com os primeiros quilômetros margeando o Mar Vermelho. Mas muitas armadilhas ao longo dos 465 quilômetros cronometrados. A nona etapa do Dakar, disputada em laço (largada e chegada em Neom) foi considerada pela maioria dos competidores a mais desafiadora da edição 2021.

Trechos técnicos em terra e pedras de todos os tamanhos provocaram várias quedas nas motos e oito abandonos nas duas rodas. Entre eles, os do australiano Toby Price (KTM), que vinha em segundo; do argentino Luciano Benavides (Husqvarna) e de Ross Branch (Yamaha), de Botsuana. Os brasileiros e portugueses na competição conseguiram superar o desafio nas diversas categorias.

Ainda nas motos, Joaquim Rodrigues (Hero 450 Rally/Hero MotoSports) foi o 11º na especial vencida pelo argentino Kevin Benavides (Honda CRF 450 Rally). Para ele, uma terça-feira de emoção já que, há exatamente um ano, seu cunhado e grande amigo Paulo Gonçalves perdia a vida após um grave acidente no deserto saudita. O alemão radicado em Portugal Sebastian Bühler, com outra Hero, ficou com a 23ª posição, mesmo tendo perdido a fundamental ajuda do equipamento de navegação por boa parte do dia. Ainda se ressentindo da queda da véspera, Rui Gonçalves foi o 39º no estágio com a Sherco 450 RTR da Sherco Racing Factory. Na classificação geral, ocupam respectivamente, a 12ª, a 16ª e a 22ª posições.

Entre os UTVs/SSVs, um dia complicado para Austin Jones e o brasileiro Gustavo Gugelmin (Can-Am Maverick X3/Monster Energy Can-Am) devolveu a liderança na classe T4 a Francisco 'Chaleco' López/Juan Latrach (Can-Am Maverick), mais rápidos da etapa. Os 12 minutos que os separam, no entanto, mantêm a disputa em aberto. Reinaldo Varela/Maykel Justo (Can-Am Maverick X3/Monster Energy Can-Am) concluíram a etapa em sexto e ganharam uma posição na geral - estão agora em quinto. Os lusos Lourenço Rosa e Joaquim Dias (Can-Am Maverick/South Racing) terminaram em 20º e ocupam a 11ª posição na soma das etapas.

Na T4 (protótipos) a liderança acabou herdada pelos checos Josef Machacek/Pavel Vyoral (Buggyra Can-Am) com os problemas de Seth Quintero/Dennis Zenz (Overdrive OT3), que tinham vantagem confortável. O terceiro colocado na etapa foi o companheiro de equipe dos novos ponteiros, Tomas Enge. O ex-piloto da F-3000, GT e Indy mostrou rápida adaptação aos UTVs. Rui Carneiro/Filipe Serra (Can-Am Maverick/MMP) estão em sexto na classificação geral.

 

Carros

Nos carros, Carlos Sainz (Buggy Mini JCW) fez boa parte da especial com um problema nos freios, enquanto Nasser Al-Attiyah (Toyota Hilux) teve dois pneus furados. Caminho aberto para a primeira vitória de etapa dos líderes Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger (Buggy Mini JCW), cada vez mais próximos do triunfo final.

O navegador Filipe Palmeiro voltou a se destacar ao lado do lituano Benediktas Vanagas, com uma Toyota Hilux. A dupla foi a nona mais rápida do dia e mantém a 12ª posição na geral. Ricardo Porém e Jorge Monteiro confirmaram a evolução nesta segunda metade do Dakar para fechar a especial em 12º com seu Borgward BX7. Na prova, ocupam o 20º posto.

Depois do susto da véspera (uma capotagem que os fez perder mais de quatro horas), Marcelo Gastaldi e Lourival Roldan (Buggy Century CR6) ficaram em 13º no dia - estão em 30º no rally. Guilherme Spinelli e Youssef Haddad (Mini All4/X-Raid) tiveram trabalho para superar os caminhões e UTVs que largaram à sua frente na etapa mas, ainda assim, asseguraram o 22º tempo e seguem em 15º na disputa.

Nesta quarta-feira a caravana segue de Neom para AlUla. Serão 583 quilômetros, dos quais 342 cronometrados. A largada do estágio será a cerca de 1.000m acima do nível do mar, com uma forte descida no trecho intermediário para concluir a 342m. Terra e areia são novamente os pisos em destaque.

 

Rally Dakar - Nona etapa: Neom | Neom

Carros

1. Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger (FRA/Buggy Mini JCW)    4h50min27
2. Nasser Al-Attiyah/Mathieu Baumel (QAT-FRA/Toyota Hilux)        + 12min00
3. Giniel de Villiers/Alex Haro (AFS-ESP/Toyota Hilux)            + 12min19
4. Yazeed Al-Rajhi/Timo Gottschalk (ARS-ALE/Toyota Hilux)        + 12min44
5. Brian Baragwanath/Taye Perry (AFS/Buggy Century CR6)        + 13min51
9. Benediktas Vanagas/Filipe Palmeiro (LTU-POR/Toyota Hilux)        + 19min56
12. Ricardo Porém/Jorge Monteiro (POR/Borgward BX7)        + 24min33
13. Marcelo Gastaldi/Lourival Roldan (BRA/Buggy Century CR6)        + 24min41
20. Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (BRA/Mini All4)            + 34min06
33. Gintas Petrus/José Marques (Buggy Optimus)            + 53min13

Motos

1. Kevin Benavides (ARG/Honda CRF 450 Rally)        4h49min15
2. Ricky Brabec (EUA/Honda CRF 450 Rally)        + 1min18
3. Jose Ignacio Cornejo (CHI/Honda CRF 450 Rally)    + 1min34
4. Sam Sunderland (GBR/KTM 450 Rally)        + 10min11
5. Adrian van Beveren (FRA/Yamaha WR 450F Rally)    + 13min52
11. Joaquim Rodrigues (POR/Hero 450 Rally)        + 31min48
23. Sebastian Bühler (POR/Hero 450 Rally)        + 58min28
39. Rui Gonçalves (POR/Sherco 450 RTR)        + 1h45min58

UTV/SSV - T3

1. Cristina Gutierrez/François Cazalet (ESP-FRA/Overdrive OT3)        6h17min40
2. Tomas Enge/Vlastimil Tosenovsky (CZE/Buggyra Can-Am)        + 47s
3. Philippe Pinchedez/Vincent Ferri (FRA/PH Sport Zephyr)        + 1min28
10. Rui Carneiro/Filipe Serra (POR/Can-Am Maverick XRS)        + 27min36

UTV/SSV - T4

1. Francisco López/J.P. Latrach (CHI-ESP/Can-Am Maverick)        5h31min41
2. Khalifa Al-Attiyah/Paolo Ceci (QAT-ITA/Can-Am Maverick)        + 11min34
3. Marek Goczal/Rafal Marton (POL/Can-Am Maverick)            + 21min46
6. Reinaldo Varela/Maykel Justo (BRA/Can-Am Maverick X3)        + 25min36
10. Austin Jones/Gustavo Gugelmin (EUA-BRA/Can-Am Maverick X3)    + 33min16
20. Lourenço Rosa/Joaquim Dias (POR/Can-Am Maverick X3)        + 1h12min37

 

Classificação geral

Carros

1. Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger (FRA/Buggy Mini JCW)    34h26min16
2. Nasser Al-Attiyah/Mathieu Baumel (QAT-FRA/Toyota Hilux)        + 17min50
3. Carlos Sainz/Lucas Cruz (ESP/Buggy Mini JCW)            + 1h02min25
4. Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (POL-ALE/Toyota Hilux)        + 2h16min30
5. Nani Roma/Alexandre Winocq (ESP-FRA/BRX Hunter)            + 2h42min38
12. Benediktas Vanagas/Filipe Palmeiro (LTU-POR/Toyota Hilux)        + 4h28min50
15. Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (BRA/Mini All4)            + 5h48min44
20. Ricardo Porém/Jorge Monteiro (POR/Borgward BX7)        + 6h15min35
30. Marcelo Gastaldi/Lourival Roldan (BRA/Buggy Century CR6)        + 9h05min09
32. Gintas Petrus/José Marques (Buggy Optimus)            + 10h14min40

Motos

1. Jose Ignacio Cornejo (CHI/Honda CRF 450 Rally)    36h51min00
2. Kevin Benavides (ARG/Honda CRF 450 Rally)        + 11min24
3. Sam Sunderland (GBR/KTM 450 Rally)        + 14min34
4. Ricky Brabec (EUA/Honda CRF 450 Rally)        + 17min26
5. Joan Barreda (ESP/Honda CRF 450 Rally)        + 29min00
12. Joaquim Rodrigues (POR/Hero 450 Rally)        + 1h48min03
16. Sebastian Bühler (POR/Hero 450 Rally)        + 3h03min12
22. Rui Gonçalves (POR/Sherco 450 RTR)        + 5h45min14

UTV/SSV - T3

1. Josef Machacek/Pavel Vyoral (CZE/Buggyra Can-Am)            + 47h05min35
2. Camila Liparoti/Annett Fischer (FRA-ALE/Yamaha YXZ1000 Proto)    + 1h16min46
3. Philippe Pinchedez/Vincent Ferri (FRA/PH Sport Zephyr)        + 2h21min10
6. Rui Carneiro/Filipe Serra (POR/Can-Am Maverick XRS)            + 5h05min15

UTV/SSV - T4

1. Francisco López/J.P. Latrach (CHI-ESP/Can-Am Maverick)        42h05min20
2. Austin Jones/Gustavo Gugelmin (EUA-BRA/Can-Am Maverick X3)    + 12min25
3. Aron Domzala/Maciej Marton (POL/Can-Am Maverick)        + 38min03
5. Reinaldo Varela/Maykel Justo (BRA/Can-Am Maverick X3)        + 1h23min40
11. Lourenço Rosa/Joaquim Dias (POR/Can-Am Maverick X3)        + 4h30min15
 
Crédito: Ricardo Ribeiro/Rodrigo Gini - Vipcomm Assessoria de Imprensa e Conteúdo