Prólogo do Rally Dakar

Brasileiros Gugelmin e Varela/Justo entre os melhores nos UTVs

Prólogo do Rally Dakar
Fotos: Brasil no Dakar






Apenas 11 quilômetros dos mais de 4.600 cronometrados. Mas um aperitivo que ajudou a dar vazão à ansiedade e marcou o início da disputa do Rally Dakar 2021. O prólogo disputado nas proximidades de Jeddah definiu a ordem de largada para a primeira etapa da maratona off-road, novamente na Arábia Saudita.

Neste domingo, serão 277 quilômetros cronometrados (622 ao todo) que levarão a caravana a Bisha. Pela frente, muitas trilhas com bifurcações que exigirão atenção na navegação, e pedras que sempre podem trazer problemas. Largar mais à frente é vantagem por diminuir a necessidade de ultrapassagens - os primeiros partem com intervalos de tempo maiores.

Brasileiros e portugueses conseguiram resultados expressivos em suas categorias. Nas motos, o alemão de nascimento, "mas luso de coração" Sébastian Bühler (Hero 450/Hero Motorsports) foi o quinto mais rápido, a apenas 16 segundos do atual campeão, Ricky Brabec (Honda CRF 450 Rally/Monster Energy Honda), que dominou o prólogo.

Também com uma Hero oficial, Joaquim Rodrigues ficou com a décima posição. Estreante, mas dono de um currículo de respeito no motocross, Rui Gonçalves levou a Sherco 450 à 20ª posição. Alexandre Azinhais, que também disputa a prova pela primeira vez, levou a KTM 450 Rally Réplica ao 71º posto.

Entre os carros, os portugueses Ricardo Porém/Jorge Monteiro (Borgward BX7/Wevers Sport) garantiram o 17º posto - Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota Hilux/Toyota Gazoo Racing) foram os vencedores. Marcelo Gastaldi/Lourival Roldan, com o Buggy Century CR6, foram os melhores verde e amarelos, em 21º. Três posições à frente de Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mini All4/X-Raid). Roldan é campeão do Dakar na Geral entre os UTVs com Leandro Torres em 2017.

Três navegadores portugueses também estão na disputa: Jorge Fiúza tripula o Mini All4 do lituano Vaidotas Zala; Filipe Palmeiro está na Toyota Hilux de Benediktas Vanagas, também da Lituânia, mesmo país de Gintas Petrus, que tem a seu lado José Marques.

 

Brasileiros vão bem nos UTVs
Nos UTVs/SSVs, o navegador brasileiro Gustavo Gugelmin ficou em terceiro, no Can-Am X3 da Monster Energy Can-Am South Racing, pilotado pelo norte-americano Austin Jones. A dupla foi ainda a melhor entre os T4 (modelos derivados de série). Logo em seguida, seus companheiros de equipe Reinaldo Varela/Maykel Justo.

Em sua estreia, os portugueses Rui Carneiro/Filipe Serra (Can-Am Maverick X3/MMP) alcançaram uma positiva nona posição. Já Lourenço Rosa/Joaquim Dias (Can-Am Maverick XRS/South Racing) ficaram em 21º na classificação combinada.

Na disputa dos caminhões, o MAN da equipe Polaris que tem Nuno Fojo na tripulação foi o 22º, logo à frente do Iveco Trakker de José Martins, que faz assistência para o Team Boucou. Nuno Fojo é português, mas mora há vários anos no Brasil.
 
Rally Dakar 2021 - Prólogo de 11Km (Jeddah)

Motos
1. Ricky Brabec (EUA/Honda CRF 450 Rally) 
2. Joan Barreda (ESP/Honda CRF 450 Rally) + 6s
3. Daniel Sanders (AUS/KTM 450 Rally)    + 13s
5. Sebastian Bühler (POR/Hero 450 - Hero Motorsports) + 16s
10. Joaquim Rodrigues (POR/Hero 450 - Hero Motorsports) + 23s
71. Alexandre Azinhais (POR/KTM 450 Rally) + 2min52s
 
Carros
1. Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (QAT-FRA/Toyota Hilux)
2. Bryan Baragwanath/Taye Perry (AFS/Buggy Century CR6)   + 0s
3. Yazeed Al-Rajhi/Dirk von Zitzewitz (AFS-FRA/Toyota Hilux) + 8s
17. Ricardo Porém/Jorge Monteiro (POR/Borgward BX7) + 19s
19. Vaidotas Zala/Jorge Fiúza (LTU-POR/Mini All4) + 20s
20. Benediktas Vanagas/Filipe Palmeiro (LTU-POR/Toyota Hilux) + 23s
21. Marcelo Gastaldi/Lourival Roldan (BRA/Buggy Century CR6) + 23s
24. Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (BRA/Mini All4) + 31s
57. Gintas Petrus/José Marques (LTU-POR/Buggy Optimus) + 2min10
 
UTV/SSV
1. Kris Meeke/Wouter Rosegaar (GBR-HOL/Zephyr PH Sport) (T4)
2. Seth Quintero/Dennis Zenz (EUA/Overdrive OT3) + 2s (T4)
3. Austin Jones/Gustavo Gugelmin (EUA-BRA/Can-Am Maverick X3) + 3s (T3)
4. Reinaldo Varela/Maykel Justo (BRA/Can-Am Maverick X3) + 7s (T3)
9. Rui Carneiro/Filipe Serra (POR/Can-Am Maverick X3) + 18s (T3)
21. Lourenço Rosa/Joaquim Dias (POR/Can-Am Maverick X3) + 33s (T4)
 
Roteiro
02/1    Prólogo: Jeddah (11km)
03/1    1ª etapa: Jeddah/Bisha (622km/SS: 277km)
04/1    2ª etapa: Bisha/Wadi Al Dawasir (685km/SS: 477km)
05/1    3ª etapa: Wadi Al Dawasir/Wadi Al Dawasir (630km/SS: 403)
06/1    4ª etapa: Wadi Al Dawasir/Riyadh (813km/SS: 337km)
07/1     5ª etapa: Riyadh/Buraydah (625km/SS: 419km)
08/1    6ª etapa: Buraydah/Ha'Il (655km/SS: 485km)
09/1    Descanso
10/1    7ª etapa: Ha'Il/Sakaka (SS: 371/etapa Maratona)
11/1    8ª etapa: Sakaka/Neom (709km/SS: 375km)
12/1    9ª etapa: Neom/Neom (579km/SS: 465km)
13/1    10ª etapa: Neom/AlUla (583km/SS: 342km)
14/1    11ª etapa: AlUla/Yanbu (557km/SS: 511km)
15/1    12ª etapa: Yanbu/Jeddah (452km/SS: 225km)

A cobertura do Dakar 2021 pelo Pool "Brasil no Dakar 2021" tem o apoio de Atomic Shop, Benimoto Racing, Enerre, EXT Suspensões, H3D, Herdade da Figueirinha, Monster Energy Can-Am, Norton, JB Racing, Pyrotect, Sharish Gin, SGS Car, Tecmin 4x4, XRace PT, Ricardo Ribeiro/Imóveis em Portugal e Remax.

 

Crédito: Ricardo Ribeiro/Rodrigo Gini - Vipcomm Assessoria de Imprensa e Conteúdo