Rigor Rico fora do Romaniacs 2020

O dia mais longo e disputado da competição até agora, deixa a decisão da principal categoria para a última etapa. Veja como foi.

Rigor Rico fora do Romaniacs 2020






A maior competição de Hard Enduro do Planeta, o Red Bull Rommaniacs, chegou hoje à sua terceira e penúltima etapa. Confira como foi a disputa na categoria Gold, bem como a participação dos pilotos brasileiros. 

CATEGORIA GOLD

Quem largou primeiro foi o alemão Manuel Lettenbichler, atual campeão da prova e vencedor da etapa de ontem. Ele foi ultrapassado na trilha antes mesmo do primeiro controle de passagem, pelo espanhol Alfredo Gomez, que até então teve uma atuação discreta na prova. Parece ter aprendido a "comer pelas beiradas" com o "professor" Graham Jarvis. Mas o piloto alemão retomou a ponta e foi ultrapassado em seguida por Mario Roman, outro piloto espanhol. 

Com duas horas de prova, Jarvis assumiu a ponta e ali ficou até a chegada do Service Point. Jarvis abriu uma vantagem de 6 minutos para Lettenbichler, suficiente para alcançar novamente a liderança geral da competição. 

Após o Service Point, Jarvis, maior vencedor da história da prova, manteve-se à frente.    CONTINUA

RIGOR RICO

O piloto campeão brasileiro, que disputa a categoria Gold, passou com excelente tempo nos controles de passagem número 1 e 2. Em seguida enfrentou problemas, quando teve o flexível de freio traseiro estourado (foto abaixo) e em outro trecho, onde uma grande pedra enfiou-se entre seu pneu traseiro e a caixa de filtro de ar. O piloto perdeu mais de uma hora para resolver a questão, imagine como deve ter sido complicado. Mesmo assim ele manteve-se na 13ª colocação até o controle de passagem número 4, beneficiado pelo fato que vários pilotos optaram por desistir deste trecho. Mas ficar sem freio numa prova feita por subidas e descidas radicais, como o Romaniacs é praticamente impossível. O piloto brasileiro não conseguiu sequer cumprir o tempo máximo definido pela organização. Por ter abandonado o primeiro dia de prova, e estourado o tempo neste terceiro dia, ele acabou sendo desclassificado da competição. "Infelizmente nosso piloto está fora do RBMR 2020. Diversas coisas deram errado. Mas faz parte de competição, a maior virtude de um esportista é a resiliência, e isso Rigor tem de sobra!" comentou Vincenzo Barbagallo, que está na equipe de apoio do Brasileiro. 

**Ainda há chance de o piloto brasileiro largar para a prova no último dia, pois mais de 50% dos pilotos abandonaram o terceiro dia. 

DANILO CARVALHO

O piloto de Itu, interior de São Paulo, teve um desempenho ligeiramente abaixo do que apresentou nos dois primeiros dias. Ele finalizou o dia na categoria Iron quase 1 hora após o primeiro colocado, que foi o piloto local da Romênia, Emanuel Geynes. Ele ocupa agora a 7ª posição na somatória dos 3 dias e segue firme no objetivo de levar para casa a medalha que é concedida a todos os pilotos que completam a disputa nas motos.

    

JOHNNY WALKER

O piloto britânico, figurinha carimbada no Red Bull Romaniacs, não está presente na edição 2020 da prova. “Tentei muito me preparar para a prova, depois da minha lesão, mas meu médico aconselhou-me a não ir por ser uma corrida longa e brutal. Eu quebrei meu cotovelo, 7 semanas antes da corrida, durante uma etapa do Campeonato Britânico. Passei por uma cirurgia, tentei entrar em forma, mas estava um pouco dolorido, fiz raios-x e vimos que não dá para correr.

Abraciclo tem nova diretoria