Six Days tem pré-inscrição prorrogada

Apesar das adversidades, os organizadores traçaram planos de viabilidade para realização do  ISDE 2021

Six Days tem pré-inscrição prorrogada
Foto: ISDE Press Officer






Os preparativos para International Six Days of Enduro FIM 2021 (ISDE) continuam e o Comitê Organizador, em acordo com o FMI e a FIM, decidiu prorrogar a data de encerramento da pré-inscrição.

Apesar das dificuldades contínuas devido à atual situação de pandemia, o Comitê Organizador do ISDE 2021 está avançando rapidamente com os trabalhos preparatórios para o evento que acontecerá entre os dias, 30 de agosto a 4 de setembro entre Lombardia e Piemonte com o evento HQ e o paddock localizado no aeroporto de Voghera-Rivanazzano Terme.

Esperando haver uma melhora na situação da pandemia, os organizadores traçaram alguns planos de viabilidade e confirmam, sem dúvida, que o evento acontecerá normalmente e estão prontos para aplicar os protocolos necessários.

Entretanto, foi decidida uma prorrogação do período de pré-registro, que não se encerra mais no final de março, mas sim no dia 15 de maio.

No domínio da seleção nacional, já foi impedida a sucessão da seleção dos Estados Unidos, detentores dos troféus do ISDE 2019 em Portugal. No entanto, a classe do Troféu Mundial incluirá novamente Bélgica, Brasil, República Tcheca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Hungria, Irlanda, Israel, México, Holanda, Polônia, Portugal, Eslováquia (República Eslovaca), Eslovênia, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido, Estados Unidos, Venezuela. Troféu Junior Bélgica, República Tcheca, Finlândia, França, Alemanha, Holanda, Noruega, Portugal, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido, Estados Unidos.

A classe Junior Trophy alinha compromissos da Bélgica, República Tcheca, Finlândia, França, Alemanha, Holanda, Noruega, Portugal, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido, Estados Unidos.

Seis federações nacionais estão atualmente em campo com a seleção feminina: Alemanha, Portugal, Espanha, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos.

Em todas as classes, as formações das seleções italianas ainda estão ausentes, mas serão apresentadas nos próximos dias. Existem também várias equipes de clubes registrados de todo o mundo.

Um grande trabalho continua no que diz respeito ao relacionamento com as regiões de Pavia e Alessandria, que está pronta para sediar o Campeonato Mundial de Equipes de Enduro ISDE: Em março foram realizadas inúmeras reuniões com as Autoridades Locais para reler e  aprofundar os acordos já feitos em 2019 em antecipação ao edição adiada para 2020. A Comissão Organizadora se reuniu com o Prefeito Fabrizio Fracassi de Pavia, capital da província  onde acontecerá o desfile de apresentação no sábado, 28 de agosto que garantiu total apoio ao evento. Um encontro positivo também foi realizado com Paola Garlaschelli, Prefeita de Voghera, a cidade a poucos quilômetros do paddock, que também neste caso ofereceu uma recepção calorosa. Houve também reuniões com a Administração da Província de Pavia, a Câmara de Comércio, os municípios da área do ISDE e outras autoridades importantes.

“Prorrogamos os pré-registros em acordo com a FIM para permitir que todos aqueles que ainda estão indecisos devido à pandemia avaliem a situação”, explicou Valter Carbone, membro do Comitê Organizador. “Existem seleções nacionais importantes, protagonistas fortes das edições anteriores, que pretendem participar, mas ainda não têm acesso aos horários dos voos e se encontram em cenários atualmente difíceis de gerir, como possíveis quarentenas na saída e chegada e quaisquer outras complicações que possamos imaginar no momento . No entanto, esperamos que tudo melhore, principalmente graças à campanha de vacinação”.

“Vemos a situação com confiança”, afirmou Edoardo Zucca, membro da Comissão Organizadora responsável pelo marketing e parte das relações com as Autoridades. “O ISDE 2021 vai acontecer de qualquer maneira: estamos avaliando vários planos e, na pior das hipóteses, poderíamos ter que prever o desenvolvimento onde o acesso ao paddock será apenas para pilotos e staff, mas acredito que com o progresso da vacinação e a chegada do verão a situação pode melhorar definitivamente. Todos esperamos que sim, por tudo, não apenas pelo ISDE”.

 

Crédito: Isabelle Larivière - Assessoria de imprensa do ISDE